Skip to main content

Os clientes “bateram asas” e… VOARAM

Mas como assim?

Logo o Senhor Mestre das Vendas, o imbatível, aquele no qual os clientes “moviam montanhas” para comprar com ele, está com dificuldades para vender?

É, pessoal… Atingir o topo e estar no ápice da carreira leva tempo, determinação e, acima de tudo, muita preparação. Agora, para manter-se lá, são necessárias as mesmas ações de antes.

Acontece que o Senhor Mestre das Vendas se iludiu com o sucesso.

Imaginou que não era mais preciso estudar o mercado, que não haveria mais necessidade de treinar, de visitar seus clientes com a frequência anterior, passou a demorar a responder às solicitações de orçamento, ou seja, imaginou-se já ser “o cara”.

Mas como o sucesso é traiçoeiro, não é mesmo?

Seus concorrentes, percebendo o desleixo do Senhor Mestre, passaram a assediar com mais intensidade e qualidade os clientes, até então “blindados” pelo CAMPEÃO.

Aos poucos, sem que o mesmo percebesse, os clientes passaram a migrar e a gostar de relacionarem-se com os concorrentes, e ele, com sua autoconfiança nas alturas, beirando à arrogância, não deu importância, imaginando que retornariam quando ele desejasse.

Pobre ilusão.

Nós, na condição de consumidores, temos muita resistência em mudar de fornecedor, mas basta um bom motivo para mudarmos e gostarmos dos novos serviços, que dificilmente retornamos àquele com quem nos relacionávamos antes.

Por isso, você que é vendedor ou vendedora nas lojas, ou mesmo representante, muito cuidado para não sentir-se a “última bolacha do pacote”. Mantenha-se sempre vigilante em relação aos seus clientes.

O trabalho da reconquista é árduo e muitas vezes irreversível.

Cuide muito bem do seu maior patrimônio, que é a sua “carteira de clientes”!

cesar_galindo_rodape

Reval Blog

Papelaria, Escritório, Informática, Eletroeletrônicos, Brinquedos, Artesanato, Presentes, Festas e Descartáveis. Ligue 0800-701-1811.

Deixe uma resposta