A tradição do mercado norte-americano de oferecer uma grande promoção com descontos imperdíveis após o feriado de Ação de Graças recebeu o nome de Black Friday.

A moda pegou e se espalhou por vários países, chegando até o Brasil há alguns anos. E por que não dar um toque brasileiro e alegre a esse dia de grandes descontos e renomear o evento?

Algumas empresas brasileiras já estão adotando outros termos. O diretor da Imaginarium, Donato Ramos, avalia que “black” (preto, em inglês) é um nome “sombrio” demais para um ano que foi difícil, com crise econômica e pandemia global. Por isso, a rede adotou o termo Color Friday (sexta-feira colorida) para suas promoções.

Além da Imaginarium, a rede O Boticário também vai mudar o nome de seu evento de descontos para Beauty Week (“Semana da Beleza” em inglês). Mas por outro motivo: devido a origem do termo, que seria ligado à escravidão.

Segundo o jornal BBC, há anos circulam informações de que “Black Friday” estaria ligado a um evento anual em que escravos negros eram vendidos por preços mais baixos nos Estados Unidos para auxiliar os donos de grandes fazendas às vésperas do inverno no hemisfério norte.

Apesar de não ter uma fonte segura sobre este tema, O Boticário preferiu abrir mão de um nome que ainda causa incômodo entre grupos de defesa de igualdade racial. Na rede social Linkedin, o presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, incentivou líderes de outras empresas a repensar o uso da expressão “Black Friday”.

Novas estratégias para alavancar vendas

foto: criada por freepik

Elaborar uma estratégia promocional sempre exige criatividade e abertura para mudanças. O consumidor está cada vez mais atento e consciente, e é preciso acompanhar a forma como ele se relaciona com as marcas.

Valores como a inclusão, o respeito ao meio ambiente e a diversidade são cada vez mais cobrados pelos clientes. É preciso entender essa demanda e entregar não só um produto, mas um relacionamento, uma experiência de compra que leve ao bem-estar e a sensação de pertencimento.

Veja a seguir algumas sugestões de temas promocionais que podem funcionar no ramo da papelaria.

Happy Friday

foto: criada por freepik

Que tal oferecer aos seus clientes um dia de descontos em produtos coloridos ou voltados para a criatividade?

É uma forma de estimular a prática caseira de atividades artísticas. Elabore kits criativos ou minicursos nas redes sociais que estimulem essas atividades e anunciem a data promocional.

Green Friday

foto: criada por freepik

Desenvolva uma ação de vendas em que os clientes tragam resíduos recicláveis para obter desconto em produtos de papelaria. Busque parcerias com cooperativas de catadores ou empresas de reciclagem para recolher esses resíduos.

É uma forma de trazer o tema ambiental ao seu negócio e mostrar valor ao público.

Semana da Virada

foto: criada por freepik

Outra boa opção é diluir as promoções ao longo de uma semana. Para esse tipo de campanha um tema voltado para a virada do ano – com todas as expectativas positivas de transformação que isso traz – pode ajudar a vender produtos que possam ajudar a planejar o próximo ano, como agendas e planners.


Conteúdo criado por Sonobe Conteúdo, agência digital dedicada à redação, planejamento e consultoria em redação e marketing de conteúdo. Através de equipe certificada em jornalismo, marketing digital, SEO, roteiro, gestão e empreendedorismo, a Sonobe traz aos leitores e leitoras do Reval Blog novas perspectivas para os seus negócios.


Clique aqui e participe de nosso canal no Telegram. Novidades da Reval na tela do seu celular!

Gabriel Pascoli

Papelaria, Escritório, Informática, Eletroeletrônicos, Brinquedos, Artesanato, Presentes, Festas e Descartáveis. Ligue 0800-701-1811.

0 comentário

Deixe uma resposta