Esqueça as flores, os bombons e o cartão de parabéns: no mês da mulher é preciso deixar os velhos conceitos de lado para valorizar essa nova consumidora, que busca igualdade, autonomia e ótima experiência de compra.

Estudos apontam que as mulheres são fortes influenciadoras das compras domésticas e apresentam um perfil cada vez mais exigente. O empoderamento feminino é uma das principais temáticas atualmente e ignorar isso pode gerar prejuízo para o seu negócio – afinal, mais do que consumir, elas querem ser ouvidas!

Temas como igualdade, liberdade, autonomia e a capacidade de fazer o que bem entenderem são frequentes nas discussões e as marcas precisam se atentar para trazer isso ao seu negócio de forma positiva.

Cases de sucesso para o mês da mulher

Ouvir o que a consumidora tem para dizer é o primeiro passo para uma comunicação saudável e construtiva não só no mês de março, mas durante o ano todo.

Para te ajudar a sair do óbvio, separamos 8 campanhas que dialogaram com o sexo feminino da melhor forma possível. As informações foram retiradas dos sites Exame e Rock Content. Inspire-se!

Goldie Blox

Para os meninos, carrinhos, foguetes, pistas de corrida, aviões, mini laboratórios e materiais para construir. Para as meninas, bonecas e roupas de princesa. Esse comercial critica a ideia ultrapassada de que só existem essas opções e mostra como garotas podem ser criativas e inteligentes.

Três meninas veem um anúncio entediante na televisão com garotas vestidas de princesa. Elas decidem, então, montar uma enorme geringonça com um propósito muito bacana. Confira!

Lego

No mês da mulher, a marca de brinquedos lançou uma coleção de super-heroínas famosas, como Batgirl, Mulher Maravilha e Harley Quinn, para que as garotas se sintam representadas. Veja clicando aqui.

Microsoft

A porcentagem de mulheres formadas em ciência, tecnologia, engenharia ou matemática é de apenas 6,7%. Uma explicação para isso é a falta de incentivo para que garotas sigam nessas áreas, consideradas masculinas por serem, teoricamente, mais complicadas.

A Microsoft lançou a ação “Make What’s Next” para inspirar as mulheres a seguir carreiras nessas áreas. A empresa criou um ambiente estimulante para que as garotas selecionadas pelo comercial, que tem objetivos como descobrir a cura do câncer de mama, possam mudar as estatísticas.

Nike

Deixando de lado qualquer clichê, a Nike pergunta do que as garotas são feitas nesse vídeo lançado para o mês da mulher.

ONE

Essa campanha mostra que o mês da mulher não é só de comemoração, mas também de conscientização.

A organização One.org criou uma campanha e um site onde mostra, em tempo real, quantas meninas ao redor do mundo estão fora da escola. Os números são impressionantes e mostram como a luta pela igualdade não pode parar.

Quem disse, Berenice?

Com o mote “a vida das mulheres tem não demais”, a Quem disse, Berenice? mostrou que é possível ser uma marca de cosméticos e não cair no clichê de homenagear as mulheres com maquiagem.

Ao longo do vídeo, as mulheres listam todos os “nãos” que escutam diariamente de uma forma bem descontraída e leve.

Agora é a sua vez

Fugir do tradicional tem se mostrado uma real obrigação para quem quer gerar impacto positivo com os seus clientes. Não é necessário dispor do mesmo orçamento que essas grandes marcas para transmitir uma mensagem e cativar seus consumidores, basta criatividade. Confira algumas dicas.

Conteúdo criado por Sonobe Conteúdo, agência digital dedicada à redação, planejamento e consultoria em redação e marketing de conteúdo. Através de equipe certificada em jornalismo, marketing digital, SEO, roteiro, gestão e empreendedorismo, a Sonobe traz aos leitores e leitoras do Reval Blog novas perspectivas para os seus negócios.


Reval Blog

Papelaria, Escritório, Informática, Eletroeletrônicos, Brinquedos, Artesanato, Presentes, Festas e Descartáveis. Ligue 0800-701-1811.

Deixe uma resposta